HM Música

Artistas

Filipa Pais

 

 

Regressa com Uma Viagem pela Lusofonia

Unanimemente reconhecida como uma das melhores cantoras portuguesas, Filipa Pais regressa em 2017 aos palcos com um novo espectáculo em que é acompanhada pelos músicos brasileiros, há muito radicados em Portugal, Edu Miranda (bandolim) e Tuniko Goulart (guitarra). Nestes concertos, Filipa Pais volta a visitar o cancioneiro tradicional português – e de alguns dos nossos maiores cantautores – mas também viaja pela música cabo-verdiana (e de outros países africanos de língua portuguesa) e brasileira.

Com uma maturidade, experiência e sabedoria adquirida ao longo de muitos anos de vida artística enquanto bailarina, actriz (com O Bando), cantora e compositora, Filipa Pais tem-se dedicado principalmente à reinterpretação do cancioneiro tradicional português (a solo, com a Lua Extravagante ou nos projectos “Afinidades”, com a cantora galega Uxía, e “Músicos do Sul e Lua”, ao lado de Vitorino, Janita Salomé, Rão Kyao e Sérgio Godinho).

Sempre ecléctica, Filipa Pais também já visitou o fado (com António Chaínho) e deu voz a música de outros géneros como o jazz, a música erudita (com o compositor Michael Nyman), a música angolana do Duo Ouro Negro, no colectivo “Muxima”, ou a música brasileira (com João Bosco, Chico César e Maria Bethânia). Colaborou também com João Afonso, Zeca Medeiros, o pianista João Paulo Esteves da Silva, o marroquino Nour-Eddine, o angolano Filipe Mukenga e o cabo-verdiano Tito Paris, entre outros.

Agora, no seu novo espectáculo, muitos destes cruzamentos, experiências e viagens musicais pela lusofonia ganham um original (e renovado) sentido.