HM Música

Artistas

João Couto

Foi em 2015 que João Couto deixou de ser um nome desconhecido em Portugal, quando se consagrou vencedor da 6.ª edição do “Ídolos”. Mas desde muito novo que a música se revelou a sua maior paixão, entre a descoberta do “Best of” de Rui Veloso, à “bofetada”, como o próprio afirma, que foi ouvir, pela primeira vez, “A Night at The Opera” dos Queen ou “Abbey Road” dos Beatles, passando pelas aulas de música e as bandas de garagem.

CapaSingle1

Agora prepara-se para mostrar o que vale com o single “Canção Só”, o seu primeiro tema a solo e que é também o culminar de um trabalho intenso e dedicado à música e às canções. “Canção Só”, que já está disponível nas plataformas digitais, apresenta o álbum de estreia de João Couto, “Carta Aberta”, a ser lançado já em março e que conta com produção e arranjos de João Martins (Miguel Araújo, Os Azeitonas, Pedro Abrunhosa e Expensive Soul). Para além de canções assinadas inteiramente pelo próprio, “Carta Aberta” inclui temas em co-autoria com Samuel Úria, Pedro de Tróia (Capitães da Areia), Janeiro e João Martins.

Aos 22 anos, João Couto revela-se um intérprete, compositor e letrista de recorte clássico, cujas maiores referências tanto passam por nomes como The Beatles e Bruce Springsteen, até Rui Veloso, Jorge Palma e cantautores nacionais mais recentes.

Cantando, de um ponto de vista marcadamente pessoal, a solidão, a fuga, o amor e o desamor, a rotina, a promessa, João Couto está a lançar uma “Carta Aberta” para o futuro e a inscrever-se imediatamente no rol dos melhores cantautores nacionais da atualidade. “Canção Só” é só o início de um ano muito promissor para João Couto e para o panorama pop/rock português.