HM Música

From the blog

Ricardo Parreira no XVII International Guitar Art Festival em Belgrado

ricardo parreira

Dia 11 de Março, o guitarrista e solista português Ricardo Parreira estará em Belgrado, Sérvia, para a 17ª edição do  Guitar Art Festival.

Pelas 12H de dia 11, o instrumentista português participará numa palestra no Instituto Cervantes de Belgrado.

A sua participação no conceituado festival sérvio de World Music termina, pelas 22H, com a apresentação ao vivo “Ricardo Parreira Trio”, onde Ricardo é acompanhado por Vânia Conde e Marco Oliveira.

Site do Festival:  http://www.gaf.rs/en/

GAF Mali Plakati final

 

 

BIOGRAFIA

Um dos mais jovens e aclamados guitarristas e solistas Portugueses da actualidade, Ricardo Parreira nasceu em Paço de Arcos, no seio de uma família intimamente ligada ao Fado, tanto pelo seu pai António Parreira como pelo irmão Paulo Parreira, dois instrumentistas e solistas aclamados e celebrados da música portuguesa.

Aos 13 anos acompanhou pela primeira vez a fadista Argentina Santos e logo de seguida foi convidado a participar em nome próprio no Festival “Um Porto de Fado”, realizado no âmbito do evento “Porto 2001, Capital da Cultura”. As suas principais influências dividem-se entre os grandes guitarristas de Lisboa, de Armandinho a José Nunes, de Francisco Carvalhinho a Jaime Santos, ou num género mais universal, Artur e Carlos Paredes, Pedro Caldeira Cabral e mais recentemente Ricardo Rocha. Na sua discografia contam-se 2 edições.

“Nas Veias de Uma Guitarra” (2007), um tributo ao viola dos violas portugueses, o mestre Fernando Alvim, o único a conseguir, durante uma vida, acompanhar Carlos Paredes. O repertório escolhido inclui uma série de temas dos compositores com quem o violista tocou e ainda o próprio mestre de 72 anos de idade a tocar ao lado de Ricardo.

 Este disco foi considerado pela crítica e fazedores de opinião como um dos mais importantes documentos sobre os grandes compositores da história da guitarra portuguesa dos últimos anos. Já em 2010, Ricardo Parreira entra numa fase mais experimental e edita “Cancionário” uma abordagem à música tradicional e popular portuguesa.

 

Entre os vários concertos que tem vindo a fazer na sua curta carreira destacam-se as várias apresentações na Casa da Música (Porto), a participação no Ibero American Guitar Festival em Washington, na entrega da Medalha da Cidade de Lisboa aos três grandes músicos que acompanharam Amália Rodrigues (Raul Nery, José Fontes Rocha e Joel Pina).

DISPONÍVEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS:

spotify-1 itunes logo amazon-dgmag image01

Have your say